segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Edição extra...

Continuo agradecendo os acessos e comentários...

Fiz um texto para um amigo que não está num momento legal...

Espero que com esse texto faça com que ele e pessoas que passam pelo que ele tem passado consigam ter e ver uma luz no fim do túnel!

Obrigado pelos acessos e boa leitura...


Tristeza não dá mais...
João Luiz Batista Mattos

Sabe aqueles dias tristes?
Eles não devem habitar em sua vida
Entendo que todos nós temos e devemos tirar um dia para chorar
Entristecer-se é normal quando o motivo é forte demais
Contudo, devo te dizer
Nem a solidão é motivo para tristeza
Até porque, sozinho tens a oportunidade de encontra-se consigo mesmo
Fazendo isso, se conhece mais
Um dia ou outro, fazemos birra e manhã em busca de atenção
Não recomendo isso, embora seja importante as vezes
Algo importante, caro amigo é ter ciência de quem você é e de sua importância para o mundo
Não seja apenas um turista da vida, que acha que esta apenas de passagem
Isso não o dará espaço entre os belos, populares e bem articulados
Viva de acordo com o que sente, alimente seu sentimento com alegria e pureza.
Confie em Deus, confie em si mesmo e estabeleça uma nova ordem de crescimento em sua vida
Amigo, eu sei a dor que sente
Conhecer sua dor faz-me te ajudar
Aprende com sua dor, blinda seu coração com confiança em si mesmo
Se você for querido por si mesmo, por tabela, as pessoas vão te querer bem
Tudo começa por você e termina em você
Sua força de vontade, seu amor por si mesmo, a sua aptidão em fazer coisas novas
Isso tudo fará você levantar
Não há meu amigo tempo para tristeza
E se ela mesmo assim insistir em vir até você
Deixe-a que a dure uma noite
Mostre-a que você, filho da Promessa sabe que ao amanhecer ela desaparecerá
Viva meu amigo
Ame meu amigo
Antes de qualquer pessoa, a si mesmo
Antes de viver qualquer pessoa, viva a si mesmo
Seja seu melhor amigo
Fiel, companheiro e nunca se abandone
Sei que é tudo muito difícil
Mas tendo Deus é tudo mais fácil
Ele te carrega nos braços e não precisará passar por espinhos de fogo!
Viva essa verdade
E essa verdade te libertará.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Postagem de Novembro...

Olá pessoas e seguidores...

Há uma gangorra de sentimentos imensa em minha vida e nesse texto eu resolvi escrever sobre isso!

É um texto novo feito agora 05-11 e eu espero que não se assustem com a abordagem do texto tá bom?

Espero que continuem visitando e deixando seus comentários e divulgando também....

Obrigado a todos.





Sobrevivente...
João Luiz Batista Mattos

Sabe...
Eu nasci, meu desafio prematuro foi permanecer vivo
Não fui amamentado, parece que na minha vida eu era e fazia sempre os maiores desafios
Na escassez de leite, sobrevivi
Tive uma infância ausente de atenção
Nunca fui de muito amigos
Não era popular
Era feio, magricelo e sem nenhum dote aparente
Por fim, ignorado por todos
Adolescente, fiz coisas absurdas para ter atenção
Sucesso nenhum tive com relação a isso
Sempre achava que minha vida seria como na televisão que eu seria agraciado de alguma forma e isso não aconteceu...
Com essas futilidades resisti bravamente a primeira paixão, perda de inocência e depressão.
Sobrevivi...
Me blindei contra mim mesmo e me vi mentindo...
Mentiras sinceras, que me defendiam do grande mal que era eu mesmo
Perdi mais do que ganhei com tudo isso
Em um certo momento, me vi sozinho tendo que administrar minha própria vida
Nem acreditei em tais coisas que aconteceram depois
Perdi meu tesouro e pensei que seria meu fim bem próximo
Sobrevivi, aos cacos, lutando contra o desejo de não estar mais aqui
Transferi isso para amores que não foram os melhores do mundo, mas me iludi que podia dar certo
Quando não deram certo, ignorei e segui vivendo, afinal para mim já tinha sobrevivido ao pior de todos os revezes
Agora, adoraria deixar de ser um mero sobrevivente, para ser um vencedor
Pois aquele que simplesmente sobrevive não vive
Vegeta e não sabe o sabor de vencer e receber os méritos por isso!