sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Texto novo... (Postagem especial)

Olá...

Obrigado por continuar vindo e lendo meu blog!

Estou num periodo complicado onde acredito que estou no meu inferno astral por conta de meu aniversário, casamento e uma grande mudança na minha vida...

Estando com esse sentimento fiz um texto hoje e resolvi postar para voces lerem!

Boa leitura!


Coisas distintas
João Luiz Batista Mattos

Sempre fui meio anti social
Isso não mudou durante o tempo
Pessoas têm dificuldade de se relacionar comigo
Eu permaneço sempre indiferente ao que elas pensam
É meio como tocar um foda-se sem deixar de ligar para tudo...
No entanto, vejo meu mundo e me fecho
Não permito que laços novos se façam com facilidade
Sou carente e preciso de atenção o tempo todo
Volta e meia me vejo fazendo algo que é totalmente ridículo para chamar a atenção
E isso quase nunca funciona
Ou me vêem como um idiota
Eu peco diariamente por acreditar diariamente nas pessoas
E a cada decepção me sinto mais triste
Como um soldado que espera seu salvador e ele nunca virá
O destino de morte certa é mais certa do que a própria morte
Embora tudo isso aconteça, eu ainda creio em Deus
Creio nas pessoas que acreditam que se relacionar comigo é algo que vale a pena
Não gosto de gente
Pessoas são falsas, hipócritas e vazias...
Me incluo nisso algumas vezes...
Sou cercado de defesas que me fazem ser um hipócrita filho da puta
Contudo, sigo confiando e acreditando no amanhã
Isso soa como uma oração que faz com que eu permaneça acreditando
Nada é perfeito e minhas palavras afastam quem eu amo e minhas ações deturpam meus sentimentos
Tudo fica mais distante quando eu me torno distante...
Queria que meu Salvador viesse agora e me desse um pouco de paz...
Queria apenas um pouco de amor próprio para que eu não mendigasse tanta atenção
Eu apenas queria ser normal
E não deixar tudo tão distante de mim...

3 comentários:

Lelê Mafalda disse...

Ser humano é muito difícil mesmo....

Francorebel disse...

Gosto desse tipo de escrita, acho criativa... seguindo.

felipe disse...

O ser normal é algo muito estranho. As vezes é bom outras vezes não. Mas eu não vejo o egocentrismo como algo ruim.