quarta-feira, 4 de março de 2009

Uma bela estação!

Esse poema antigo, que retrata bem meu estado de espirito...

Triste com alguns erros, mas com vontade de acertar...

Querendo ter o reconhecimento da pessoa que gosto!



Bela estação

João Luiz Mattos Souza

Fria, é a água que cai do céu

Branco, nem sempre é a cor do papel

Será que eu terei todo o seu mel?

Ou brigaremos por um véu?

Lançados a sorte estamos

E ao azar, brindaremos

Pois quase nunca ficamos

Sem força qualquer ficaremos

Cortesia só pra você

Que me iluminou

Também me viu nascer

Quero ser seu amigo

Amigo, que conta os segredos

Nunca se separa

Revela os medos

E não desampara

Sorrindo ou chorando

Beijando ou cantando

Falando ou pensando

Continuamos caminhando

E essa chuva fria que não passa

Espero que me ligue

Pois aquele menino sem graça

Para que não tenha ele um tremelique


Gosto do sol

Dos pássaros que cantam

Do calor que conforta

E o vento sopra

Aliviando a tensão

Desta pequena estação

Ouvi seu choro calado

Penso em estar apaixonado...

Nenhum comentário: