terça-feira, 7 de outubro de 2008

Atwa

video


Atwa

João Luiz Batista Mattos


Se eu quero eu faço

Beleza não é fundamental mas ajuda

Ser legal é fundamental sim...

Falar ou escrever aquilo que magoa não ajuda

Fala-se ou escreve-se o que quer aí é que são “elas”

Vamos em frente...

Até porque mesmo com boas saídas

Nada fará lembrar aquelas tardes

E aí faz-se a “viagem de volta”

Mas até quando seguir enganando a si mesmo?

Vai ter um dia em que ficará insustentável para todos

Não vai conseguir manter uma ambigüidade

E o que fazer...

Embora eu queira não me importar

Mas eu me importo e sinto

Contudo vejo você não se importar

E uma hora não vou sentir

Vou voltar a comer, a dormir e a viver

E não vou me importar

Com nada que venha de você

Tem um ditado que diz

Eu quero, eu faço

Querendo o mundo ou não

Vou voltar a ver, ouvir, falar e sentir...

Aí sim vai valer a pena

Porque não vou me iludir com o que sentia pois não vale a pena

Embora saiba o quê sinto
Não se importa

E eu não quero sentir mais...

Quero apenas viver...




2 comentários:

stanlley disse...

Ele escreve de forma bela pois ele escreve o que se passa lá no fundo de sua alma, e tudo o que ele escreve me leva a refletir... amo muito meu irmão escritor...

Preta disse...

Uiaa...
Jãozinhooo...
Agora põe o significado da sigla, né?

BeijO